Em todos os momentos da História, seja na Antiguidade, na Idade Média, ou no nosso tempo, são as mesmas paixões e os mesmos desígnios que inspiram os humanos. Entender a História é entender melhor a natureza humana.

01 fevereiro 2012

Viv'Arte - História ao Vivo


Quando publiquei este post sobre associações que se dedicam à recriação histórica, houve alguém que me chamou a atenção para a companhia de teatro Viv'Arte. E ainda bem que o fez! Estando na Alemanha, tenho dificuldade em acompanhar o que se vai fazendo em Portugal neste domínio e encorajo todos os que por aqui passarem a darem-me informações deste tipo.

O trabalho dramatúrgico do grupo Viv'Arte consiste na fusão entre Teatro e Recriação Histórica, aliada a um conceito de Teatro de Rua. A companhia actua, nas Feiras, de forma aparentemente desconexa, mas organizada, através de actores e figurantes com papéis bem determinados, recriando por um lado a nossa leitura do tempo histórico e construindo em simultâneo uma dramaturgia global.


Acho este projecto interessante, porque conta com a improvisação e a participação do público:

Podemos dizer que a peça que representamos é a Feira, na consciência de que apenas dominamos uma pequena parte do seu desenrolar, já que o público é sua parte integrante, colocando o improviso como condição necessária ao seu desenrolar. A pedagogia só resulta na interacção.


No site da Viv'Arte encontram-se informações sobre todas as suas actividades, além dos contactos, fotos, vídeos e uma secção de Notícias, que funciona como um blogue.


8 comentários:

Zorze E. disse...

Drª., pode tambem incluir os cavaleiros do tempo:
http://www.oscavaleirosdotempo.com/#Quem%20somos
que geralmente actuam com a Vivarte e são espectaculares, os meus filhos chamam ao Sr. Olivier "o cavaleiro mau" :-) e a melhor coisa que lhes posso fazer e leva-los a uma feira medieval.
Por acaso não existe nenhum site com informações sobre este tipo de eventos o que faz com muitas vezes tenhamos de ir ás "cegas" ou, o que é pior prometemos uma ida á feira de Paderne e afinal não houve feira por causa da $troika$ :-(

Cristina Torrão disse...

OK, vou reunindo informações, dando uma outra vida a este blog, que se quer de "Andanças Medievais" :)

Imperatriz Sissi disse...

Já sou crescidinha e ir a Feiras Medievais é das melhores coisas que posso fazer. Os Vivárte, que já tive o prazer de ver, fazem um trabalho excelente.

joão josé cardoso disse...

Eheh, por acaso parte desse texto saiu dos meus dedos, já lá vão uns anitos. Um dia destes escrevo umas coisas sobre as minhas andanças medievais. A Vivarte chegou a ter um blogue: http://vivarte.weblog.com.pt/

Cristina Torrão disse...

Escreva, João José, adoro trocar andanças medievais ;)

Cristina Torrão disse...

P.S. Obrigada pelo link. Mesmo que o blogue já não funcione, sempre lá estão umas coisas arquivadas.

Zorze E. disse...

Correcção:
já existe um site com os calendarios das feiras medievais em Portugal:
mercadomedieval.pt

Cristina Torrão disse...

Sim, e eu já coloquei esse link na barra lateral.