Em todos os momentos da História, seja na Antiguidade, na Idade Média, ou no nosso tempo, são as mesmas paixões e os mesmos desígnios que inspiram os humanos. Entender a História é entender melhor a natureza humana.

05 abril 2012

"Publique" o livro do seu filho

Através do Bibliotecar, fui parar ao Educar para Crescer, um blogue brasileiro que dá "10 dicas para incentivar seu filho a ler". São conselhos muito úteis, como respeitar o ritmo da criança e seguir-lhe o gosto. Na verdade, mesmo que achemos que há livros melhores do que aqueles que a criança lê, tentar modificar-lhe os hábitos, à força, pode ter como resultado o efeito contrário: que ela deixe de gostar de ler! Respeitar o ritmo também é muito importante, mesmo que observemos que os filhos dos amigos já lêem melhor, ou que o nosso insiste em leituras que consideramos infantis demais para ele.

Há, porém, uma dica que sobressai de entre as outras e que achei maravilhosa: "publique" o livro do seu filho.

Proponha para o seu filho que ele faça o próprio livro. "As crianças gostam de criar histórias, viver personagens, imaginar paisagens", diz Maria Afonsina Matos, da Uesb. Primeiro, peça que ele tire fotos (e imprima-as) ou recorte figuras de revistas antigas. Depois, a partir das imagens, peça que ele escreva uma história. Ajude-o a criar uma capa para o livro e, por fim, coloque-o na estante, junto com outros livros. Que criança não adoraria ter um livro de sua autoria na biblioteca de casa?


Eu acho que pode ser uma experiência muito interessante, não só para os filhos, como também para os pais, que mostrarão com orgulho o livro à família e aos amigos. Mas não se esqueçam de focar que o autor é o rebento ;-)

Sem comentários: