Em todos os momentos da História, seja na Antiguidade, na Idade Média, ou no nosso tempo, são as mesmas paixões e os mesmos desígnios que inspiram os humanos. Entender a História é entender melhor a natureza humana.

06 outubro 2012

Dia Mundial do Animal

O Dia Mundial do Animal (dia de São Francisco de Assis), foi a 4 de Outubro, mas há uma série de iniciativas por todo o país, durante este fim de semana, nomeadamente, ações de adoção, como esta:


Recomendo, ainda, a leitura destes posts:

Ontem a RTP portou-se muito mal
Portugal é um País Pequeno
Olé!
Dia do Animal

5 comentários:

Sara disse...

Não me importava nada de adoptar um cãozinho, mas eu pai não deixa...Tenho de me contentar com os dois passarinhos que tenho cá em casa, também eles adoptados de certa forma :)

cumps

Cristina Torrão disse...

Pode ser que consiga um dia, Sara, quando tiver a sua própria casa ;)

Mas é realmente importante que todos os membros da família estejam de acordo, quando se trata de levar um cão para casa. De contrário, pode correr mal.

Ana Lemos disse...

O dia 4 de Outubro cá em casa é sempre comemorado, porque para além de ser Dia do Animal, o meu Snoopy e o mano dele fazem anos! Para esse dia, fazia sempre um bolo de iogurte e cantávamos os Parabéns... Este ano não houve festa, porque o mano dele já faleceu e o Snoopy ao fim de 14 anos já não está bem para festas... =/ pelo que, por indicação do veterinário e pela forma como ele está, tivemos que decidir em família e dia 12 será o último dia dele...custa mto! Espero que nunca tenham de passar por isto.

Cristina Torrão disse...

Cara Ana, espero que encontre a força necessária no dia 12. Realmente, deve ser horrível, mas, por outro lado, o Snoopy vai ter uma morte digna, acompanhado de quem ama.

Nunca se sabe se teremos de passar por destino semelhante, mas também já tivemos uma experiência bastante traumática, com o nosso saudoso Eddie. Com dois anos e oito meses, teve morte súbita. No meio da brincadeira, caiu, de repente, para o lado. Fomos logo ao veterinário, que apenas confirmou aquilo que, no fundo, já sabíamos, pois já não sentíamos o seu coraçãozinho a bater.

Um grande beijinho.

Ana Lemos disse...

Obrigada Cristina, pela sua força... Beijinhos mto especiais =)