Em todos os momentos da História, seja na Antiguidade, na Idade Média, ou no nosso tempo, são as mesmas paixões e os mesmos desígnios que inspiram os humanos. Entender a História é entender melhor a natureza humana.

29 novembro 2012

Tradição Oral Europeia


Este ano, comemoram-se os 200 anos da publicação dos contos dos irmãos Jacob e Wilhelm Grimm. Alexandre Parafita, escritor, etnógrafo e professor da Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro (UTAD), acredita que muitos dos contos dos irmãos Grimm, publicados na Alemanha em 1812, eram já conhecidos em Portugal: «Correm ainda hoje muitas variantes de contos dos Grimm nos meios rurais transmontanos transmitidas por idosos iletrados que afirmam terem-nas ouvido aos seus avós, igualmente iletrados».

Note-se que os famosos irmãos alemães não foram os autores dos contos. Mas dedicaram-lhes quase toda a sua vida. Na verdade, eles percorreram a Alemanha de lés a lés, durante vários anos, com o objetivo de reunir, numa publicação, os contos que ouviam contar ao povo e que passavam de geração para geração, na tradição oral. E, como quem conta um conto acrescenta-lhe sempre um ponto, os contos tinham várias versões, conforme as zonas. Os irmãos Grimm uniformizaram-nos, umas vezes, adotando a versão mais usada, outras vezes, dando, eles próprios, o seu contributo.

Não se sabe a origem dos contos. Mas o facto de ainda hoje correrem «muitas variantes de contos dos Grimm nos meios rurais transmontanos», prova algo que acho fascinante: que existia uma tradição oral europeia, antes de as pessoas começarem a ler livros. Os contos teriam sido transmitidos, não só de geração para geração, mas de região para região, abrangendo grandes espaços europeus.

Via Blogtailors


Sem comentários: