Em todos os momentos da História, seja na Antiguidade, na Idade Média, ou no nosso tempo, são as mesmas paixões e os mesmos desígnios que inspiram os humanos. Entender a História é entender melhor a natureza humana.

01 dezembro 2012

Um Campeão de vendas na Alemanha

Hoje resolvi falar de um livro que ainda não li. Mas o meu marido leu. Ou melhor, ouviu. Na Alemanha, a publicação de áudio-livros é quase tão intensa como a dos livros em papel e o meu marido encontrou uma boa solução para quando se desloca de comboio para o emprego, pois ele tem muita dificuldade em concentrar-se na leitura com ruídos à sua volta, principalmente, com pessoas a conversar. Requisita os áudio-livros na biblioteca, passa-os para o formato MP3 (alguns já vêm nesse formato) e lá vai ele entretido, nas suas viagens.


Encantou-se com este livro, que tem sido um estrondoso sucesso de vendas por aqui: O Centenário que fugiu pela janela e desapareceu, do sueco Jonas Jonasson. Não sei se em Portugal ele tem tido êxito. Se não, talvez a capa seja uma das razões. O meu marido ficou perplexo ao ver a capa portuguesa, achando que dá uma ideia errada do conteúdo.


A capa alemã parece-me mais bem conseguida.


Transcrevo duas opiniões publicadas na Wook, para abrir o apetite.
Uma de Luís Filipe Borges:
Humor negro, história do século XX e protagonistas irónicos capazes do impossível: fazer-nos ansiar pela velhice! Uma receita absolutamente viciante.
A outra do jornal francês Le Figaro:
Depois de nos fazerem tremer com os seus policiais, os suecos dedicam-se a fazer-nos rir.
 

5 comentários:

Iceman disse...

Aqui os audio livros não me parece que tenham grande saida. Há tempos andei a vasculhar forma de "sacar" (shame on me) um ou outro para experimentar e nãodescobri nada.

Cristina Torrão disse...

E agora, com a crise, também não surgirá nada de novo.

Vespinha disse...

Já duas pessoalmente falaram dese livro, tenho de o espreitar.

Clara Fernandes disse...

Parece interessante! Audio-livros são uma coisa tão interessante. Podia ouvir no carro - eu conduzo todos os dias da Figueira da Foz para a marinha Grande e volta, cerca de uma hora de viagem para cada lado! Mas existem por cá? E downloads da internet?

Cristina Torrão disse...

Penso que não há muitos audio-livros em Portugal. E pense duas vezes antes de os ouvir, enquanto conduz. Se o enredo for muito envolvente, talvez não seja aconselhável ;)