Em todos os momentos da História, seja na Antiguidade, na Idade Média, ou no nosso tempo, são as mesmas paixões e os mesmos desígnios que inspiram os humanos. Entender a História é entender melhor a natureza humana.

13 janeiro 2013

Disfarces

Por isso nos refugiamos em disfarces, contrariamos o que é natural. Aparentamos, e a ninguém iludimos - nem a nós próprios.

Em Tempo Contado

3 comentários:

Imperatriz Sissi disse...

Há disfarces necessários, desde que não percamos a consciência de que são isso mesmo. Depois, há quem se disfarce perigosamente. Isso é outra história...

Bartolomeu disse...

Também acompanho o que Rentes de Carvalho escreve lá no "Tempo Contado". Livros seus só li o La Coca, uma viagem recheada de histórias, uma memória, construída de memórias.
Já tentei algumas vezes usar o mail para comentar alguns dos seus post, mas não percebi ainda a forma de o fazer.

Cristina Torrão disse...

Bem visto, Sissi, tem toda a razão! Obrigada por esse ponto de vista.

Bartolomeu, antigamente, acedia-se a uma outra página do escritor, onde constava o email, através de um site na barra lateral do blog, uma lista com o título Boa Gente. Essa lista ainda lá está e o site que lhe dava acesso era o Sítio do Patrão da Barca (último da lista). Mas agora clica-se lá e vai-se parar a uma página holandesa, onde não se entende nada :(