Em todos os momentos da História, seja na Antiguidade, na Idade Média, ou no nosso tempo, são as mesmas paixões e os mesmos desígnios que inspiram os humanos. Entender a História é entender melhor a natureza humana.

19 março 2013

Respeitar as fronteiras

Man soll mit Vorsicht zärtlich sein.
Uma frase de Wilhelm Busch, que, em português, soa mais ou menos assim:
Deve-se ser carinhoso com cuidado.

É importantíssimo sermos carinhosos. Mas não devemos transformar o ser carinhoso num pretexto para atuarmos sempre que nos apetecer. Reconhecer, sem nos ofendermos, que um determinado momento não será o mais apropriado para se ser carinhoso com alguém, aceitando que essa pessoa reaja contrariada e incomodada, caso a "ataquemos" com ternuras, é, também, uma prova de amor.

Todos temos fronteiras que devem ser respeitadas. Em relação a crianças, principalmente, às mais pequenas, pode ser difícil, para os pais, aceitá-las. Mas uma criança que não vê as suas fronteiras respeitadas, não irá, um dia, respeitar as dos outros.

Proximidade, que permite espaço próprio; segurança, que não subjuga, nem esmaga - o verdadeiro amor.

Sem comentários: