Em todos os momentos da História, seja na Antiguidade, na Idade Média, ou no nosso tempo, são as mesmas paixões e os mesmos desígnios que inspiram os humanos. Entender a História é entender melhor a natureza humana.

06 julho 2013

875 livros num ano!



Sophia Moss, uma menina americana de 5 anos, leu 875 livros num ano! Aquilo que muitos pensam ser um exemplo a seguir, suscita-me preocupação. De um modo geral, as crianças leem menos do que deviam, mas não me parece saudável entrar em extremos destes. Uma criança tem necessidade de muito movimento e muita brincadeira e é impossível que esta menina tenha tempo para tais atividades. Pelos vistos, nem para dormir, como diz o pai:

Sophia's father, Carl said that sometimes her love of reading can get in the way of life. 'She'd be reading instead of sleeping'

Alguém comentou este artigo, dizendo que tem um filho assim. E o que diz a seguir também me parece assustador:

He's home educated, party due to bullying but mainly due to the fact that the schools couldn't give him what he needs and that is to be constantly reading and learning something.

Quando os pais se tornam paranoicos, em relação à segurança e às atividades dos filhos, estão-lhes a roubar muito do prazer da vida. E a comprometer seriamente a sua saúde mental.



2 comentários:

Sara disse...

Por muito que goste de ler, também me parece um exagero...As crianças devem fazer outras coisas sei lá passear, conviver...Então isso de estudar em casa não concordo de todo. Eu tb passei momentos complicados na escola e sobrevivi...Enfim

cumps :)

Cristina Torrão disse...

É verdade que a violência nas escolas preocupa os pais. Mas privar a criança de desenvolver a sua competência social parece-me grave. Há grandes possibilidades de ficar medrosa e inadaptada durante toda a vida.

Continuação de bom fim-de-semana :)