Em todos os momentos da História, seja na Antiguidade, na Idade Média, ou no nosso tempo, são as mesmas paixões e os mesmos desígnios que inspiram os humanos. Entender a História é entender melhor a natureza humana.

10 maio 2014

Alguém sabe?

Recebi um mail de um dinamarquês com raízes portuguesas, Fernando Kvistgaard. Traduziu para português um livro sobre as Cruzadas, escrito por um Professor universitário dinamarquês. O livro será editado em breve, mas Fernando Kvistgaard anda ainda à procura de um termo:

«Na Idade Média, algumas máquinas de assédio (os trabucos), as mais avançadas eram dotadas de rodas (tipo roda de hamster), onde no interior, um ou dois homens as moviam andando no interior delas, de maneira a esticar o cordame da catapulta.
Como se chamam estas rodas de accionamento humano?»






Eu confesso que também não sei. Estes trabucos terão surgido já em fins da Idade Média e o meu forte são os séculos XI e XII (já em relação ao XIII os conhecimentos são mais limitados). Além disso, penso que não se usaram engenhos desta envergadura
em Portugal. Na Conquista de Lisboa, as torres de assédio foram construídas pelos ingleses, com a ajuda de um especialista italiano. E os trabucos eram bem mais pequenos e simples do que este.

Apesar de se terem publicado vários livros sobre a vida da Idade Média, nos últimos anos, eles focam-se mais na mentalidade, alimentação, hábitos, etc. e há muita falta de informação sobre dois importantes temas: vestuário e armas. Penso que tenho um problema parecido com o Fernando Kvistgaard: leio muito sobre a época medieval em alemão, mas depois deparo-me com dificuldades em traduzir para português certos termos, precisamente, no que respeita ao vestuário e às armas.

Enfim, alguém sabe responder a Fernando Kvistgaard, dando o nome a estas rodas?
 

Ele já publicou um livro bilingue sobre os pontos de contacto entre Portugal e a Dinamarca ao longo da História. O seu site: www.lusodana.dk

3 comentários:

Bartolomeu disse...

Tenho ideia de já ter lido acerca desta complicada engenhoca e se não estou em erro, àquelas rodas chamavam "girândolas" mas não tenho a certeza. O melhor é não enganares o Viking, senão ainda vem por aí abaixo e dá-nos com o martelo de "Thor"...

Anónimo disse...

algum destes grupos deve saber:
companhialivre.com
espada lusitana
milicia de santa maria
ordem so sagrado portugal

Cristina Torrão disse...

"Girândolas" seria um nome plausível, mas, de facto, é melhor confirmar. De qualquer maneira, obrigada pela sugestão, Bartô.

Obrigada, caro Anónimo.Vou tentar por aí.