Em todos os momentos da História, seja na Antiguidade, na Idade Média, ou no nosso tempo, são as mesmas paixões e os mesmos desígnios que inspiram os humanos. Entender a História é entender melhor a natureza humana.

24 maio 2014

Nada como ler os clássicos... (4)

O presidente: - Fica reservada para amanhã a palavra ao senhor doutor Libório de Meireles, e está fechada a sessão.
O doutor Libório de Meireles era o deputado portuense, que pedira a palavra, durante o discurso de Calisto Elói.
- Que sairá daquele arganaz? - perguntou o morgado de Agra ao abade Estevães.
- Dizem que é moço de muita sabedoria, e que já escreveu livros.
Calisto sorriu-se e disse:
- Estou bem aviado, se ele escreveu livros!

In A Queda dum Anjo, Camilo Castelo Branco


Sem comentários: