Em todos os momentos da História, seja na Antiguidade, na Idade Média, ou no nosso tempo, são as mesmas paixões e os mesmos desígnios que inspiram os humanos. Entender a História é entender melhor a natureza humana.

11 julho 2014

Da nossa responsabilidade

«O nosso estilo de vida é responsável pela fome no mundo. Quando comemos carne demais, estamos a contribuir para que na América do Sul aumente a cultura de soja, ocupando terrenos que os pobres poderiam usar para agricultura de consumo próprio. Quando compramos café, chocolate e cacau a preços baixos, não só estamos a contribuir para que as pessoas não possam viver do seu trabalho, como mostramos a importância que essas matérias-primas têm para nós».

«Todos somos responsáveis pela Natureza».

Citado de um artigo de opinião na KirchenZeitung, jornal católico do bispado de Hildesheim


2 comentários:

Bartolomeu disse...

Então a solução para o problema do consumo, passa inevitavelmente pelo regresso às origens, produzindo cada um, os bens de que necessita...
Por mim, é uma solução equilibrada, só que, para além de "eu" existe um mundo que vive da minha capacidade de consumo.

Cristina Torrão disse...

Não penso que tenhamos de ser tão radicais. Bastaria um pouco mais de contenção. Dou um exemplo: ouvi, há tempos, que um terço da carne que é posta à venda é deitada ao lixo. Se fôssemos mais cuidadosos nesse sentido e se prescindíssemos de um terço da carne que consumimos, só seria preciso um terço da que é produzida. Nos abusos é que está o problema, no consumismo estimulado pelo capitalismo.