Em todos os momentos da História, seja na Antiguidade, na Idade Média, ou no nosso tempo, são as mesmas paixões e os mesmos desígnios que inspiram os humanos. Entender a História é entender melhor a natureza humana.

06 outubro 2015

Estudem História!

Resultados Eleitorais 2015


E agora, atentemos ao início da obra Identificação de um País - Ensaio sobre as origens de Portugal, do Professor José Mattoso (5ª edição, 1995, editorial Estampa):

«A população portuguesa que olha com curiosidade os mapas publicados pelos jornais depois de cada acto eleitoral já se habituou a verificar, sem surpresa, a repartição dos votantes em dois grandes blocos, cujas fronteiras coincidem, "grosso modo", com a divisória estabelecida pelas montanhas que prolongam o Sistema Central. De tal modo se considerou esta repartição um dado adquirido que as perdas e ganhos dos partidos ganham relevo especial conforme se situam a norte ou a sul daquela fronteira.
Este facto vem projectar na vida quotidiana dos Portugueses uma das manifestações mais salientes da permanência de estruturas seculares, cuja longa duração a História permite descobrir nas suas inúmeras manifestações e modalidades. O estudo das suas formas no passado ajuda, sem dúvida, a compreender o funcionamento da complexa realidade em que estamos inseridos...».

Nota: a obra foi reeditada este ano, pela Temas e Debates. Aproveitem!




2 comentários:

Olinda Melo disse...


Excelente conselho, cara Cristina. Se estudássemos, mais, História, na certa, compreenderíamos melhor o País. E tiraríamos daí ensinamentos importantes para viver o presente.
Bj
Olinda

Cristina Torrão disse...

Obrigada!
Beijinho