Em todos os momentos da História, seja na Antiguidade, na Idade Média, ou no nosso tempo, são as mesmas paixões e os mesmos desígnios que inspiram os humanos. Entender a História é entender melhor a natureza humana.

06 dezembro 2015

Cidades Medievais Portuguesas (5)

«Enrodilhadas no terreno acidentado, as muralhas de Sintra pareciam uma cobra gigantesca a esgueirar-se por entre as escarpas».

In Afonso Henriques o Homem

A vila de Sintra assinala hoje 20 anos de Património Mundial da Unesco, na categoria de Paisagem Cultural.
Certo: Sintra é o Palácio da Pena, o romantismo dos parques, as queijadas... Mas Sintra é também o Castelo dos Mouros, que possui hoje o encanto de ter sido adotado pela Natureza circundante.

Fotos: © Horst Neumann



4 comentários:

Sara disse...

Amo Sintra! Sempre que posso dou lá um salto (moro bem perto) e amo tudo desde os monumentos, passando pelas ruazinhas até aos doces travesseiros (gosto de queijadas, mas os travesseiros são os meus preferidos, ainda mornos) - o meu sítio preferido é a quinta da Regaleira - estou sempre a tentar convencer pessoal a ir lá. O Castelo também é bonito :)

Cristina Torrão disse...

Tenho de provar esses travesseiros, que não conheço!
Na verdade, penso que só estive uma vez em Sintra, esta mesmo, em que se tiraram estas fotografias. Foi já em 2005! Quando andei a pesquisar para esta minha série, nem acreditava que já tinha sido há tanto tempo!

Obrigada pela sugestão, Sara! E que privilégio, morar perto de Sintra... ;)

Sara disse...

Travesseiro é um bolinho comprido feito de massa folhado, recheado com um creme e polvilhado com açúcar...Por acaso já algum tempo que não vou lá dar um passeio - normalmente vou aos Domingos de manhã porque os munícipes não pagam entrada nos sítios xD

Cristina Torrão disse...

Sara, será parecido com o pastel de Tentúgal?
(não estou a dizer que será a mesma coisa, mas talvez do mesmo género)