Em todos os momentos da História, seja na Antiguidade, na Idade Média, ou no nosso tempo, são as mesmas paixões e os mesmos desígnios que inspiram os humanos. Entender a História é entender melhor a natureza humana.

06 março 2016

Cidades Medievais Portuguesas (15)

Continuando esta série, interrompida nos últimos três domingos por causa de temas relacionados com Dom Dinis, venho apresentar a segunda sessão de fotografias referentes a Beja. Tinha-me limitado ao castelo, mas Beja tem tanta história para mostrar, que merece um segundo post. Mesmo assim, e devido à visita rápida que fizemos em Setembro de 2010, muito fica ainda por mostrar. Deixo, por isso, o link para o roteiro histórico de Beja, incluído no site oficial da cidade:
https://issuu.com/camaramunicipaldebeja/docs/roteiros_hist__rico_de_beja

Fotos © Horst Neumann

Museu da Rainha Dona Leonor, antigo convento franciscano, fundado pelo pai da rainha, o infante Dom Fernando Duque de Viseu e de Beja.

Dona Leonor de Avis nasceu em Beja e tornou-se rainha por casamento com seu primo Dom João II de Portugal, o Príncipe Perfeito.






Estátua da rainha Dona Leonor (1458/1525), junto ao Museu.


Dona Leonor mereceu o título de "Princesa Perfeitíssima", inspirado no cognome do rei seu marido, mas também pela sua prática constante da misericórdia, e mais virtudes cristãs.







Estátua de Dom Gonçalo Mendes da Maia, o Lidador

Os historiadores duvidam, porém, que o Lidador tivesse vivido tantos anos e colaborado com Dom Afonso Henriques na Conquista de Lisboa e na tentativa de conquista de Badajoz, devido à sua idade avançada. O mais provável é que se confunda o membro da família da Maia com o seu homónimo de Sousa (Dom Gonçalo Mendes de Sousa, o Sousão), este sim, grande valido do nosso primeiro rei.





Pormenor do jsrdim, onde se encontra a estátua do Lidador.






Beja faz parte da rota das Terras da Moura Encantada.

Sem comentários: