Em todos os momentos da História, seja na Antiguidade, na Idade Média, ou no nosso tempo, são as mesmas paixões e os mesmos desígnios que inspiram os humanos. Entender a História é entender melhor a natureza humana.

08 maio 2016

O 1º Conde de Barcelos




Faz hoje 718 anos que Dom Dinis tomou uma medida inédita: pela primeira vez, um monarca português outorgou um título simbólico a um fidalgo, o título de conde, sem estar ligado à sua função original: a de o fidalgo ser governante de um vasto território. Tratava-se apenas de um título de prestígio.

A 8 de Maio de 1298, Dom Dinis outorgou a carta de doação da vila de Barcelos «por serviço que me fez dom João Afonso [Telo] e porque o fiz conde».

Dom João Afonso Telo era um nobre leonês, senhor do castelo de Albuquerque, mas com ligações familiares a Portugal. Tornou-se grande amigo de Dom Dinis, exercendo atividades diplomáticas em nome da Coroa portuguesa. O Rei Lavrador decidiu recompensá-lo, dando-lhe o título de conde de Barcelos, mas de poder muito limitado, já que se confinava à vila de Barcelos. Este modo de proceder estava de acordo com a política de Dom Dinis de restringir o poder da nobreza, concentrando-o na Coroa.


2 comentários:

Olinda Melo disse...


Olá, Cristina

Mais um pormenor da acção de D.Dinis.
Estou a ler o seu livro: "D.Dinis, A quem chamaram o Lavrador" e estou a gostar muito.
Muito obrigada pelos conhecimentos que nos tem trazido sobre a Idade Média da História de Portugal.

Bj

Olinda

Cristina Torrão disse...

Muito obrigada pelas suas palavras, Olinda.

Bj