Em todos os momentos da História, seja na Antiguidade, na Idade Média, ou no nosso tempo, são as mesmas paixões e os mesmos desígnios que inspiram os humanos. Entender a História é entender melhor a natureza humana.

01 agosto 2015

Férias e Animais



É conhecido que, em chegando as férias, o abandono de animais domésticos aumenta drasticamente. Por isso, não posso deixar de destacar uma notícia, que pode servir de exemplo a quem não tem coração.

Um jovem casal alemão levou consigo o cão Flecki, na sua viagem de férias à Croácia. No regresso, porém, ao fazerem uma pausa numa estação de serviço, ouviu-se um estrondo, o cão assustou-se e fugiu disparado. O casal ficou na estação de serviço, dias a fio, porque se sabia que Flecki andava nas imediações, só que não arranjava coragem de se aproximar dos donos.

Fonte
Sempre que surgia perto do local, o cão assustava-se com o movimento, ou era enxotado. Numa ocasião, o casal até o viu, a cerca de 200 metros de si. Chamaram-no, mas o Flecki não se atreveu a passar pela confusão de pessoas e automóveis e tornou a desaparecer.

Hoje, cerca de uma semana e meia mais tarde, a perseverança do casal foi recompensada. A história era conhecida, na zona, uma equipa pertencente à defesa dos animais estava a postos para ir buscar o Flecki, assim que alguém o visse e os avisasse. Foi o que aconteceu: uma mulher viu o cão no seu jardim e avisou quem de direito. E o Flecki pôde enfim reunir-se à sua família.

Fonte

Quando levamos um animal para nossa casa, assumimos uma grande responsabilidade. É uma questão de ética, de lealdade e, muitos de nós sabem-no, também de amor.

 

Sem comentários: