Em todos os momentos da História, seja na Antiguidade, na Idade Média, ou no nosso tempo, são as mesmas paixões e os mesmos desígnios que inspiram os humanos. Entender a História é entender melhor a natureza humana.

19 de fevereiro de 2018

Refugiados e Terrorismo


O facto de o mundo estar perigoso não pode ser pretexto para deixarmos de ajudar quem precisa.

O risco é grande?
É. Eu vivo num país que recebeu, nos últimos dois anos, milhão e meio de refugiados.

Há criminosos no meio deles?
Há. Mas a esmagadora maioria é gente (muitas famílias com crianças pequenas) que precisa de ajuda.

Já houve atentados?
Já.

Eu tenho medo?
Não. Somos cristãos e devemos mostrar que somos diferentes, mesmo que os outros, nos países deles, nos maltratem. Foi assim que Cristo nos ensinou!


2 comentários:

Gil António disse...

Ajuda sim
Medo de atentados, sim
Não ajudar os refugiados por ter medo? Não. Ajudar sempre
.
* Aroma da papoila ... E a outra face do sentimento *
.
Resto de dia feliz.

Cristina Torrão disse...

Muito obrigada, Gil António :-)