Em todos os momentos da História, seja na Antiguidade, na Idade Média, ou no nosso tempo, são as mesmas paixões e os mesmos desígnios que inspiram os humanos. Entender a História é entender melhor a natureza humana.

18 julho 2014

Como as pessoas nos surpreendem

Em janeiro de 1991, votei em Basílio Horta, nas Eleições Presidenciais. Sempre tive problemas em dizer isto. Em primeiro lugar, porque nunca fui do CDS; em segundo lugar, porque Basílio Horta não era um político que atraía simpatias e não esteve nada bem num debate contra o seu adversário Mário Soares.

Acontece que também nunca fui comunista (se descontarmos o Verão Quente; mas eu, aí, tinha dez anos). E Basílio Horta foi o único não-comunista que teve a coragem de fazer frente a Mário Soares. Mesmo Cavaco Silva, à altura, Primeiro-Ministro, vendo que Soares dificilmente perderia, desistiu de apresentar um candidato do seu partido.

Ainda pensei em não ir votar, ou votar em branco, ou mesmo anular o boletim com um garatujo qualquer. Mas o meu objetivo principal era mostrar que preferia um outro Presidente, que não Mário Soares. Votando em branco, pertenceria à grande massa que apenas protesta. Eu não queria apenas protestar, eu queria uma alternativa.

Mesmo os meus pais (que nunca foram de esquerda), reprovaram a minha atitude, na altura. E votaram realmente no Mário Soares!



Hoje, ao saber disto, fiquei contente por ter votado em Basílio Horta! Ainda há pessoas que nos conseguem surpreender. Pela positiva!

Via Vespinha


6 comentários:

Bartolomeu disse...

Na minha opinião, ter a coragem suficiente e a preparação política necessárias para fazer frente a Mário Soares, é já de si um motivo que merece a nossa consideração. Isso, conjugado com o conteúdo da notícias que transcreves... olha, fosse o homem comunista, estava perdoado!
;)))

Cristina Torrão disse...

:D
Eu, assim de momento, nem sei que partido ele representa agora em Sintra. Ou talvez tenha concorrido como independente...

Bartolomeu disse...

Pelos vistos, e para já, representa o PPC (Partido de Proteção aos Canídeos) antes, representava o CDS (Canídeos Desprezados, Sempre)

Cristina Torrão disse...

Bem, pelo menos, parece que evoluiu...

Vespinha disse...

Penso que está pelo PS, mas é daquelas pessoas que valem por si mesmas, independentemente do partido em que estejam.

Cristina Torrão disse...

Também acho. A preocupação por "pormenores" destes revela sempre nobreza de caráter :)