Em todos os momentos da História, seja na Antiguidade, na Idade Média, ou no nosso tempo, são as mesmas paixões e os mesmos desígnios que inspiram os humanos. Entender a História é entender melhor a natureza humana.

01 janeiro 2017

Começar o ano com uma boa notícia!

Embora seja uma notícia antiga, relativa a um artigo publicado no Outono de 2012, só agora dele tomei conhecimento, através do Dr. Barroso da Fonte.

A percepção do milagre de Ourique no Romance Histórico Português é o título de um artigo publicado nos Cadernos do CEIL - Revista interdisciplinar de Estudos sobre o Imaginário, assinado por Maria Ève Letízia, da Universidade Stendhal Grenoble e CRI.

A autora disserta sobre o milagre de Ourique, analisando como o acontecimento foi tratado em três romances históricos portugueses: Afonso O Conquistador, de Maria Helena Ventura, Afonso Henriques, o Homem, de minha autoria e O Segredo de D. Afonso Henriques, de Jorge Laiginhas.




E aqui vai mais uma vez o link para quem estiver interessado em ler o artigo e/ou fazer o download:
https://ielt.fcsh.unl.pt/…/fic…/n2/14_CCEIL2_2012_MELmar.pdf
 

Já agora, as referências ao meu romance (ou seja, a minha versão do milagre de Ourique), começam no fim da página 11 e vão até à página 14.


Nota: os Cadernos do CEIL - Revista Multidisciplinar de Estudos sobre o Imaginário são uma publicação anual electrónica do Grupo de Estudos Interdisciplinares sobre o Imaginário (IELT | RG-657-4837) do Instituto de Estudos de Literatura e Tradição sediado na Faculdade de Ciências Humanas da Universidade Nova de Lisboa.

Sem comentários: